jueves, 1 de febrero de 2018

Ana Mendes en la formacion a la llegada


A aventura começou há 30 dias em Ourense, 30 dias de adaptação, de novas vivências culturais e pessoais (nova casa, nova cidade, novos amigos, novo trabalho...) uma nova Ana renasce desta experiência...

E eis que chega a hora de receber a formação de chegada na Corunha, em Bergondo...e que tenho eu a partilhar com vocês sobre este momento??o que eu senti? O que eu aprendi? E o que eu vou fazer?Como me sinto agora passado uma semana intensa e multicultural com mais 25 voluntários dos mais diversos países e com uma equipa de trabalho execional...

Pois bem...

Conhecer estes nobres companheiros de viagem com o mesmo objetivo de crescer internamente e estar ao serviço da sociedade gera uma força muito forte e positiva ...já não me sinto mais uma louca sozinha ... porque nasceu uma nova família SVE que te compreende, que te apoia... que estamos juntos!







Foi um semana de superação e emoções à mistura porque fui confrontada, muitas vezes, com a minha falta de confiança, aceitação, preconceitos, com a minha sombra nas diversas atividades desenvolvidas, como comunicar com os outros noutro idioma, falar sobre mim e sobre minhas experiências, fazer amizades, divertir-me... saber lidar com esta dificuldade que se traduzia em frustração, bloqueando as minhas ideias e pensamentos, e sem comprometer a minha participação e o meu propósito de estar ali e aproveitar cada momento de forma mais simples, harmoniosa, feliz e agradecida.




Foi uma semana de crescimento pessoal!


Cada dia, embora existisse um plano definido, eu não sabia como me ia sentir e sabia também que não podia fugir (mesmo que essa fosse, às vezes, a vontade) mas com esforço e foco e aproveitando as técnicas e ferramentas de educação não formal utilizadas eu ia conhecendo-me cada vez mais, aceitando cada vez mais e confiando mais em mim...

Relembrei o motivo que me trouxe a fazer voluntariado... conhecer-me, amar-me, respeitar-me, desenvolver as minhas habilidades e conhecimentos etc... e criar valor com as minhas experiências no mundo.

Vários cliques tive ao longo da formação... estou imensamente grata e feliz por tudo o que me proporcionaram, por tudo o que me ofereceram...

Agora estou mais consciente do meu papel como voluntária, como cidadã e como ser humano e do trabalho saboroso e delicado que tenho pela frente durante estes 10 meses...

Entusiasmada para aprofundar e aplicar as ferramentas e técnicas de educação não formal na minha vida.

Mais consciente dos valores e competências a desenvolver durante o serviço voluntário europeu como espírito de iniciativa, responsabilidade, solidariedade, paciência, resiliência, criatividade, flexibilidade, espírito de equipa, foco, dedicação, comunicação objetiva....

Reconhecendo a importância de traçar objetivos e acompanha-los e saber liderar e ser liderado.

Maior necessidade de aprender espanhol para conseguir expressar-me melhor e garantir uma boa comunicação... e é incrível! Durante a formação melhorei o meu espanhol e inglês...


Fiz novas amizades, conheci outras culturas (gastronomia, características de cada país, conquistas, Idiomas)... sou um pouco de todas... permitiu-me conhecer-me mais... e perceber que sou do mundo...


E por fim, uma vitória conquistada! Não existe outra forma de fazê-lo... a não ser vivendo!

No hay comentarios:

Publicar un comentario